Amamentação Cruzada? Tire todas as suas dúvidas aqui!

Amamentação Cruzada? Tire todas as suas dúvidas aqui!

A amamentação tem sido um assunto muito discutido nos últimos tempos e tem ganhado um espaço cada vez maior na mídia. Isso se deve ao fato de que diariamente mulheres são impedidas de amamentar em locais públicos e isso tem gerado bastante revolta na internet, o que levou milhares de mães do país todo se mobilizarem e realizarem “mamaços” em muitos lugares.

Mesmo a amamentação sendo algo não só natural, mas necessário ao ser humano, existem mães que por diversos motivos não conseguem amamentar os seus bebês, tais como: alguma doença infecciosa que a mãe pode passar para o bebê, o leite disponível se acabar e secar muito cedo, algum problema de pele na mãe que impossibilite o bebê de mamar. Com isso, muitas mães recorrem a amamentação cruzada.

O que é a amamentação cruzada?

Você provavelmente já ouviu falar o termo mãe-de-leite ou conhece alguém que não foi amamentado pela própria mãe, e sim outra mulher, não é mesmo? Amamentação cruzada é quando a mãe não consegue amamentar o seu bebê e deixa que outra mulher faça isso por ela. Essa é uma prática comum e se mostra muito presente na história, onde as amas de leite já amamentavam os filhos da patroa além dos seus. A prática ocorre em todo país, mas é encontrada com mais frequência nas cidades do interior, onde é mais comum os partos domiciliares acontecerem.

A amamentação cruzada é liberada?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) colocou a amamentação cruzada em sua lista de contraindicações em 1985. O motivo? Fácil de imaginar: as possíveis doenças que a outra mulher pode transmitir ao bebê através do aleitamento, em especial a Aids e a Hepatite. Caso a própria mãe tenha essas doenças, é mais fácil de ser diagnosticada na gravidez ou assim que o bebê nascer. Já quando é uma mulher desconhecida, não tem como saber. É interessante lembrar que a mãe tem o leite próprio para seu filho. O corpo da mãe reconhece as necessidades do seu bebê a cada mamada e o leite é feito com todo o necessário para suprir as necessidades do bebê.

amamentaçao-cruzada

Quando a mãe não consegue produzir a capacidade de leite necessária que seu bebê precisa ela pode recorrer as já muito conhecidas, fórmulas ou recorrer a uma alternativa conhecida, mas nem tanto que é o Banco de Leite Humano. É um banco onde as mães doam leite para outros bebês e lá o leite é tratado e pasteurizado, evitando assim que o bebê que for tomar esse leite pegue qualquer doença. Existe cerca de 218 Bancos de Leite humano espalhados pelo Brasil.

Informações importantes sobre a amamentação

A criança deve ser amamentada única e exclusivamente com o leite da mãe biológica até os seis meses de vida. Após isso, é indicado começar a introduzir alimentos sólidos na refeição do bebê, mas sem interromper a amamentação, que é indicada até os dois anos de idade. Após esse período, a decisão de continuar ou parar é única e exclusivamente da família, sem ser necessário a opinião médica. De qualquer forma, o leite materno só traz benefícios a criança, que continua a receber os anticorpos da mãe mesmo após conseguir criar os seus.

Este texto foi útil pra você? Conta pra gente nos comentários!

Replies: 0 /
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Post Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *