Jejum Intermitente: Conheça a dieta que caiu nas graças das mulheres!

Jejum Intermitente: Conheça a dieta que caiu nas graças das mulheres!

Há muitos e muitos anos atrás o alimento não era tão fácil assim de ser conseguido. Nossos ancestrais eram acostumados a ficar horas sem comer e seus organismos funcionavam bem dessa forma. Muitas pessoas precisam se lembrar disso ao duvidarem dos benefícios do jejum intermitente. Umas das formas de dieta mais famosas do momento, o ato de ficar horas seguidas sem se alimentar tem provado que o jeito de alimentação dos nossos antepassados era muito benéfico para a saúde e corpo.

Por que o jejum intermitente emagrece?

Quando ficamos muitas horas sem comer, os nossos níveis de açúcar e insulina no sangue caem significativamente. Nesse período de jejum, para conseguirmos energia para fazer nossas atividades leves do dia a dia, o nosso corpo começa a queimar as gorduras ruins para nos dar força e disposição. Assim, passamos a perder a gordura que se instala no nosso corpo e faz com que a gente tenha aquela barriguinha indesejada. O jejum intermitente é uma ótima forma de emagrecer por sua restrição de calorias.

Quais são os benefícios do jejum intermitente?

Além de ajudar a conquistar a sonhada barriga chapada, o jejum também auxilia na sua saúde metabólica e ajuda a proteger contra doenças cardíacas, diabetes tipo 2, câncer, doença de Alzheimer, entre outras. Também é uma ótima dieta para ajudar na redução da depressão, ansiedade, colesterol ruim e resistência à insulina. Além disso, melhora a reparação celular, hormonal e aumenta sua concentração.

Como fazer o jejum intermitente?

Há vários tipos de jejum intermitente e todos devem ser indicados e acompanhados por um médico especialista. Nem todos os organismos funcionam melhor ficando muitas horas sem comer. Então é necessário se consultar com uma nutricionista para saber qual é o indicado para o seu organismo. Entre os mais comuns, estão:

  • Jejum intermitente de 16 horas: você deve ficar 16 horas sem comer por 2 vezes na semana. Nesse jejum você pode comer em uma janela de 8 horas por dia.
  • Jejum intermitente de 24 horas: você deve ficar 24 horas sem comer nada por 2 vezes na semana. Nesse você fica mais horas seguidas de jejum mas a janela pode ser maior. Ela durará até o próximo dia que você escolheu para repetir o jejum.
  • Jejum intermitente de 36 horas: você deve ficar 36 horas sem comer, também por 2 vezes durante a semana.
  • Jejum intermitente 5:2: você deve comer normalmente por 5 dias da semana e escolher 2 dias para ingerir apenas de 500 a 600 calorias cada dia.
  • Jejum intermitente do guerreiro: você deve comer pequenas quantidades de frutas e vegetais crus durante o dia e pela noite comer uma grande refeição. Basicamente, o jejum é feito durante o dia todo, e a noite em uma janela de 4 horas, você se alimenta.

Durante as horas de jejum você pode tomar água, café, chás e outras bebidas não calóricas sem a adição de açúcares.

O que comer nas janelas do jejum intermitente?

Apesar de falarem que é possível comer o que quiser, o ideal para os resultados serem bem eficazes, é não ingerir carboidratos (ou ingerir bem pouco) e açúcares. Durante os períodos de alimentação, opte por:

  • Alimentos com alta proteína como carnes e ovos. Pode ser qualquer tipo: carne de boi, peixe, frango, porco (o bacon tá incluso, tá?);
  • Plantas de todos os tipos. Aposte em saladas variadas com combinações de folhas;
  • Alimentos com gordura natural;

Esse tipo de alimento, como gordura e proteína, proporciona um tempo mais longo de saciação. Fazendo assim com que você sofra menos durante as horas de jejum e obtenha os resultados desejados.

O jejum intermitente tem contra-indicação?

As contra-indicações são poucas, mas deve-se lembrar que antes de começar é indicado passar com um médico para entender as necessidades do seu organismo e saber se essa é a dieta para você. Não é indicado para:

  • Crianças;
  • Adolescentes;
  • Mulheres grávidas;
  • Idosos;
  • Diabéticos.

Além da contra-indicação para tipos e fases da vida das pessoas, não é indicado fazer exercícios físicos com treinos pesados durante o período em que você está há horas sem comer. Apesar do nosso organismo passar a queimar gorduras ruins nesses momentos, é grande a possibilidade de te dar fraqueza, tontura e falta de energia. Opte por pegar pesado nos treinos nas janelas de alimentação.

Para mais informações assista a este vídeo:

Este artigo foi útil para você? Conta pra gente aqui nos comentários.

Replies: 0 /
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Post Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *